Tenha uma boa noite! Hoje é Sexta, dia 27 de Maio de 2022. Agradecemos sua visita !
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE
ANUNCIOS TOPO SITE

👉🧐🔎👑⚖💷💳TRABALHADORA RURAL MENOR DE IDADE TEM DIREITO AO SALÁRIO-MATERNIDADE.

👉🧐🔎👑⚖💷💳TRABALHADORA RURAL MENOR DE IDADE TEM DIREITO AO SALÁRIO-MATERNIDADE.
BANNERENCIMAMATERIA
BANNERENCIMAMATERIA
BANNERENCIMAMATERIA

Isso mesmo que você leu, a Justiça decidiu que uma trabalhadora rural, menor de idade, tem direito ao Salário-Maternidade.

O caso trata de uma adolescente de 16 anos que realizava trabalho rural. Ela havia solicitado o benefício do salário-maternidade, porém o IINSS negou a concessão, como de costume.

A decisão em primeiro grau, garantiu o pagamento do benefício para a trabalhadora rural. No entanto, o INSS apelou ao segundo grau.

Para o INSS, a adolescente não se enquadra como segurada especial. Do mesmo modo, o mesmo destacou que ela não cumpriu a carência necessária, nem apresentou provas materiais para comprovar o trabalho rural.

Ao analisar o caso, os desembargadores entenderam que sim, foram apresentados documentos que comprovam a qualidade de trabalhadora rural e segurada especial.

Dessa forma, a documentação mostra que a adolescente sempre trabalhou no meio rural, mesmo antes do parto. Além isso, o Tribunal citou a julgados do próprio Tribunal de Justiça (STJ):

“as regras de proteção às crianças e adolescentes não podem ser utilizadas com o escopo de restringir direitos, devendo ser garantido o direito aos benefícios previdenciários em vista do princípio da universalidade da cobertura.”

Dessa forma, os desembargadores negaram a apelação do INSS e manteve a concessão do salário-maternidade para a trabalhadora rural.

 

📌 Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário.

 

Conhecer os seus direitos e contar com profissionais especializados pode fazer toda diferença.

 

No mais, fiquem atentos e até a próxima.

 

Por Dr. ALESSANDRO P. MAGALHÃES, OAB/MG 106.825

Advogado especialista em Direito Previdenciário (ações contra INSS), integrante do Escritório de Advocacia ALESSANDRO P. MAGALHÃES & Advogados.

 

👉✍WWW.ALPEMAX.COM.BR

 

contato@alpemax.com.br

 


 

👉 Se não está no Portilho…. 🚀Não está no mundo 🌍🚀”.

 

Por: José Maria Portilho Borges (Jornalista)- MTB: 18.144/MG. 

ADS
ADS
VISITAS NESTA MATERIA: 438 E O TOTAL DE VISITAS NA MATERIA

*** Contagem Em Constante Atualização ! ***

O site portilho.online não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários, e reserva-se no direito de rejeitar comentários em desacordo com o propósito do site !

Enviar Comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *